Café com CEO: retrospectiva e projeções Witseed

porWitson
Metas para o ano que vem? Tendências que irão impactar a Educação Corporativa? Quem melhor que...

Metas para o ano que vem? Tendências que irão impactar a Educação Corporativa? Quem melhor que o próprio CEO da Witseed para responder a essas perguntas? Confira abaixo essa entrevista inédita! 

Querido leitor do nosso blog, estamos em clima de final de ano por aqui e pensamos em fazer algo diferente para o último post do nosso blog em 2021. Não coletamos dados de nenhuma pesquisa internacional e nem escrevemos um artigo sobre algum tema que está em alta. Dessa vez nós desenvolvemos um conteúdo excepcionalmente para você. 

Passamos por muitas mudanças, desafios e inovações esse ano e vocês estiveram conosco sempre atualizados de todas as novidades: o modelo híbrido de trabalho, a volta dos eventos presenciais, o fim de alguns cargos e o nascimento de outros, o surgimento do metaverso, etc. 

Você que acompanha o nosso blog, nossas redes sociais, nosso podcast, nossos conteúdos e gostaria de saber mais sobre a Witseed ou até mesmo sobre o futuro da educação corporativa, essa é uma oportunidade imperdível! Convidamos nosso CEO e fundador, Bruno Leonardo, para um café para fazermos reflexões sobre o ano que passou, saber dos seus planos para a Witseed, para os clientes e para responder a algumas perguntas inéditas! 

No post de hoje, você vai saber um pouco sobre os rumos da Witseed para o ano que vem, além de receber alguns conselhos de líder para líder para 2022 e ainda ter acesso exclusivo ao material da nossa pesquisa inédita de maturidade de Lifelong Learning do Brasil. Aproveite esse momento e veja como esse café rendeu ótimos resultados!

1) Como resumir o ano de 2021 para a Witseed em poucas palavras?

2021 foi um ano de mudanças muito aceleradas para a Witseed. Nós éramos uma startup que durante 4 anos tinha o breakeven de operação (em tradução livre, é o que chamamos de ponto de equilíbrio, quando a sua empresa não dá prejuízo mas ainda não oferece lucro), e por isso nunca precisamos de investidores, mas a gente decidiu ter para acelerar o nosso processo de crescimento. Em abril tivemos o nosso primeiro round de investimento que acelerou nosso processo de crescimento tanto em receita como no time, e além de crescer o time também trouxemos mais senioridade e pessoas que pudessem trazer mais aprendizados que a gente ainda não tinha. 

Acho que 2021 foi isso, um ano de muitas mudanças positivas e a gente chega até o final do ano com um time de mais ou menos 30 pessoas, basicamente o dobro do que a gente tinha no final de 2020, com processos mais especializados, pessoas com nível mais sênior no time e muitos aprendizados. 

2)  Quais mudanças e aprendizados a pandemia trouxe para a Witseed?

Percebemos nesses últimos dois anos que a Witseed era uma empresa que precisava acelerar o processo de aprendizado e crescimento, principalmente porque diante da pandemia um grande desafio nos guiou: se tudo está mudando muito mais rápido, precisamos responder ao mercado com rapidez também. Como resultado desse processo, recebemos diversos retornos de clientes novos e antigos sobre a agilidade, economia e resultados. Acredito que o investimento em educação digital deve aumentar muito e que o digital vai ser mais usado para receber conteúdo e o presencial vai ter um propósito de troca e mão na massa.

Um resultado muito motivador nesse sentido, olhando ainda para a perspectiva dos nossos clientes, foi ver a educação reforçando com a liderança de grandes empresas a crença de que é muito mais fácil desenvolver um funcionário do que trocá-lo. Se os líderes quisessem profissionais habilitados para enfrentar os desafios de uma pandemia, iam tentar trocar a equipe inteira e não iam encontrar, e a educação só se reforçou como o melhor caminho para o desenvolvimento.

Nós sempre enxergamos e defendemos, como empresa de educação corporativa, que cada um deve ser protagonista do seu próprio desenvolvimento e um ponto importante para 2022 é focar justamente no papel da liderança na implementação da cultura de aprendizagem, onde os líderes dão autonomia, ferramentas e o exemplo, inspirando, assim, o protagonismo dos colaboradores no desenvolvimento de suas carreiras. 

Para finalizar, ainda em 2021 nós também pudemos recomeçar o retorno gradual ao escritório e dar início ao modelo híbrido de trabalho. Depois de quase dois anos com uma equipe inteira em home office, já tivemos trocas muito ricas e ainda um grande encontro para celebrar conquistas e traçar objetivos para o ano que vem!

colaboraores witseed

Equipe Witseed no encontro de final de ano/2021

3) Quais são os objetivos, as parcerias e as metas para o ano que vem?

Temos como um dos principais objetivos dobrar o nosso faturamento e crescer muito os conteúdos desenvolvidos, além de oferecer mais user experience na nossa plataforma. Estamos evoluindo muito a usabilidade da nossa plataforma e temos como meta oferecer ainda mais qualidade para os nossos clientes em 2022. Além dessas metas, iremos testar um novo modelo de negócios e expandir uma parceria para oferecer a primeira pós graduação em Serviços Compartilhados do país, junto com a ABSC e o BBI of Chicago! Vamos usar todo o nosso modelo de conteúdo mais atraente e a nossa plataforma de ensino personalizado para levar isso para o ensino formal. 

4) Podemos esperar lançamentos inovadores na área de cinema em 2022?

Para o ano que vem teremos atenção total às nossas novas trilhas. A Trilha de Dados, com foco em desenvolver a competência analítica e melhorar a capacidade de tomada de decisão na empresa como um todo, e também a nossa Trilha de Liderança, com foco em uma liderança inclusiva, diversa, ágil, e ambidestra (que sabe misturar o desafio de entregar processos e resultados mas que não deixa de pensar em inovação). Teremos também muitos conteúdos voltados para Soft Skills, D & I, e claro, o nosso tema central: aprendendo a aprender. 

5) Quais tendências de tecnologia vão impactar a experiência de educação digital da Witseed? 

A gente tem observado muito como a experiência de outros mercados impactam a experiência do nosso mercado, e penso no exemplo da Indústria do Entretenimento e na tendência dos streamings que substituem o consumo de TV, que certamente irão impactar a educação. O streaming está revolucionando a experiência de consumo, já que há um foco na criação de conteúdos extremamente atraentes nas plataformas que tornam o consumo muito mais simples e agradável.  O que podemos adiantar que não pode faltar para uma experiência de educação corporativa realmente revolucionária nesse sentido é: personalização da experiência do usuário (com uso de IA), facilidade na navegação e analytics. 

6) Quais foram os principais resultados consolidados com os clientes? 

Em 2021 nós pudemos colocar em prática algo que já era desejo nosso há muito tempo e que fez toda a diferença no nosso negócio: a criação da área de Sucesso do Cliente. Pudemos acompanhar mais de perto as necessidades dos nossos parceiros e ajudá-los ao longo do ano. Como consequência desse processo, nós tivemos um crescimento muito grande na nossa base de clientes e uma felicidade enorme por grande parte deles ter aumentado a receita conosco esse ano. Alguns dos clientes que ampliaram a parceria conosco esse ano são: SulAmérica, Mosaic Fertilizantes, Arteris, Machado Meyer, entre outros.

7) Quais são os principais insights gerados pela primeira pesquisa de maturidade de lifelong learning no Brasil?

A nossa pesquisa foi um grande sucesso, foram mais de 600 respondentes e mais de 50 empresas do Brasil que nos ajudaram a coletar dados inéditos! Entre alguns dados coletados, pudemos identificar como maiores obstáculos do engajamento em aprendizagem a “falta de tempo”,  “falta de orientação” e “falta de reconhecimento”,  e também a preferência por formatos mais inovadores e alguns até informais para a aprendizagem (vídeos, podcasts, trocas com o time e redes sociais). A pesquisa mostra também o ranking das competências que as pessoas mais querem se desenvolver nos próximos meses e muitos outros dados valiosos.

pesquisa witseed

Quer ter acesso a esse material na íntegra e levar esses insights para a sua empresa? Clique no botão abaixo e saiba também os resultados inéditos da primeira pesquisa de maturidade de Lifelong Learning do Brasil! 

8) Que conselho você daria para líderes de aprendizagem em 2022? 

Eu diria sejam intencionais, essa frase tem sido um mantra com os nossos clientes nos últimos tempos, quando o assunto é desenvolvimento.Um líder intencional cria oportunidades até que elas se tornem hábitos, por isso crie rituais na sua empresa que mudem a cultura de aprendizagem para uma cultura de protagonismo e, principalmente, para uma cultura de contexto, ou seja, onde o aprendizado tenha de fato relação com a evolução da empresa e evolução pessoal. 

Um dos rituais de aprendizagem da Witseed, por exemplo,  é o Witcats Presents. De 15 em 15 dias a empresa toda para completamente durante 1 hora para trocar conhecimento, com tema livre. O que importa é reservar algum tempo intencional para a aprendizagem.Na nossa plataforma, também criamos uma função timeboxing, que estabelece uma meta e um tempo no calendário para desenvolvimento pessoal, que pode ser desde 10 minutos a 1 hora. 

benchmark witseed

E se fossemos resumir o 2021 da Witseed em números?

Horas assistidas na plataforma, plays no podcast, premiações e resultados consolidados com nossos clientes… Foram muitas conquistas, evoluímos muito e você que está conectado com a gente de alguma forma fez parte disso! Veja no nosso vídeo especial de final de ano, abaixo, quantas realizações e conquistas extraordinárias temos para celebrar! 

Ainda não conhece a Witseed mas adorou o café com o nosso CEO? Solicite agora mesmo uma demonstração dos nossos cursos corporativos! 

Witson

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Veja mais conteúdos

Peter Diamandis descreveu brilhantemente em 6 etapas como setores sofrem uma mudança Exponencial. Nesse artigo, traçamos
Metas para o ano que vem? Tendências que irão impactar a Educação Corporativa? Quem melhor que
Por Gabriela Cardoso / Gerente de Conteúdo da Witseed Não leve uma plataforma LMS para a